A 37.ª edição da Agrival, maior Feira Agrícola do norte e centro do País, encerrou no passado dia 28 de agosto, com o espetáculo piromusical, perante milhares de pessoas.

Este certame fica, uma vez mais, marcado pelo sucesso e cumprimento das expectativas, estabelecendo novos recordes de visitas e de volume de negócios. Esta edição, segundo a organização, registou mais de 140 mil visitantes e gerou cerca de 10 milhões de euros de volume de negócios.

Ao longo dos 10 dias, mais de 140 mil visitantes, marcaram presença na Feira Agrícola do Vale do Sousa. A Agrival, inserida num espaço com cerca de 25 000 m2, contou com uma diversidade de expositores ligados à produção agrícola, gado, maquinaria, agroindústria, setor automóvel, imobiliária, gastronomia, artesanato, serviços e novas tecnologias. Nesta edição houve destaque para a 15.ª Mostra Nacional de Gastronomia, que contou com a presença de restaurantes de todas as regiões do País, incluindo um restaurante da região da Madeira.

Também os momentos de cultura e entretenimento marcaram a 37.ª edição da Agrival, com atuações de diversos ranchos, grupos de cantares e alguns dos artistas mais sonantes da música portuguesa.

No último dia do certame, 28 de agosto, realizaram-se o “Passeio BTT Agrival”, o tradicional Desfile de Tratores com Alfaias Agrícolas, e ainda já o habitual Concurso de Miss Agrival/2016.

Raça Podengo, Cebolas, Broa de Milho, Pão de Ló, e Melão Casca de Carvalho – Premiados

Os concursos típicos deste certame superaram as expectativas como foi o caso do concurso broa de milho, pão de ló, e o do melão casca de carvalho.

No dia 23 de agosto decorreu, o concurso da Broa de Milho, onde estiveram em competição 15 broas de milho. Maria Graça Soares obteve o primeiro lugar, Rosa Oliveira (conhecida por “Rosa Faneca”) o segundo e o terceiro lugar foi para Emília Vasconcelos. Também no mesmo dia foi premiado o melhor Pão de Ló, onde estiveram em avaliação 18 regueifas de pão de ló. O primeiro prémio foi arrecadado por Emília Vasconcelos, Laurinda Ribeiro com o segundo prémio e, em terceiro, Maria Alexandrina.

No dia de S. Bartolomeu, 24 de agosto, foi a vez do concurso das cebolas, no qual Joaquim Costa ficou em primeiro lugar. O prémio de “Produtor mais Jovem” foi para Vera Rocha, e o de “Quantidade” para Manuel Carvalho. No concurso da “Raça Podengo”, o prémio foi para Sérgio Freitas, da Casa dos Gigantes (Arouca).

O concurso “Melão Casca de Carvalho” decorreu no dia 26 de agosto, e contou com a participação de 20 produtores. O melhor melão foi para Joaquim Sousa Correia, já os segundo e terceiro lugar foram para José Magalhães e esposa, respetivamente.

Agrival promoveu espaços de debate subordinados à matriz do evento, a Agricultura

Com um cartaz bastante diversificado, a Agrival voltou a contar com espaços de debate sobre a agricultura. No 24 de agosto teve lugar, no auditório do Pavilhão de Feiras e Exposições de Penafiel, o colóquio “Alternativas para a produção de energia proveniente da agricultura e da floresta (up-running)”, organizado pela CONFAGRI. Já no dia 26, realizou-se, também no auditório do certame, o Fórum Regional da Agricultura organizado pela CooPenafiel – Cooperativa Agrícola de Penafiel.

Movimento Confrádico voltou a ter destaque em Penafiel

As entronizações da Confraria do Melão Casca de Carvalho, e da Confraria do Presunto e da Cebola decorreram nos dia 26 e 27, respetivamente, ambas na Igreja da Misericórdia, no qual se juntaram várias Confrarias de todo o País.

Para Adolfo Amilcar, Vereador com o Pelouro das Feiras e Atividades Económicas, “a edição deste ano foi um grande sucesso, e sobretudo uma feira muito positiva, quer em número de visitantes, quer em número de volume de negócios. De igual modo quero também realçar o civismo com que os visitantes viveram e sentiram a Agrival. Uma palavra de agradecimento e gratidão para aqueles que trabalham diariamente para o sucesso deste evento. Uma última palavra para o trabalho desenvolvido pela equipa de segurança privada, GNR e os nossos Bombeiros, que foram incansáveis no apoio dentro e fora da feira, garantindo toda a segurança a quem nos visitou.”

Para Antonino de Sousa, Presidente da Câmara Municipal de Penafiel, “ Penafiel foi uma vez mais o centro das atenções, pelos melhores motivos, a nível regional e até mesmo a nível nacional. A 37ª edição da Agrival foi um sucesso. Muito graças à excelente organização mas acima de tudo graças aos penafidelenses que dela fizeram parte. Demonstramos o que de melhor esta região tem para oferecer. Quer ao nível da feira em si, mas acima de tudo ao nível do comportamento e bem receber. Penafiel é assim, uma terra generosa e que sabe estar. Obrigado a todos que colaboraram para consolidar a Agrival num evento fantástico e que orgulha, naturalmente, todos os penafidelenses.”