Publicado por António Orlando

Marília Nogueira, de 32 anos, tinha casado em Nevogilde, Lousada é a quarta vítima do acidente ocorrido na madrugada deste domingo em França. A jovem  tinha emigrado há um ano com o marido e com os dois filhos de três e 13 anos. Todos seguiam no autocarro. O marido e o filho mais novo foram submetidos a intervenções cirúrgicas. já o filho mais velho está a receber apoio psicológico.

Marília Nogueira, de 33 anos, tinha casa em Nevogilde, Lousada

Inicialmente julgava-se que estas vítimas seriam de Penafiel, pois tinham embarcado naquela cidade. Aliás, ao gabinete da presidência da Autarquia chegou mesmo a emitir um comunicado ao inicio da noite a informar que “não há penafidelenses entre as vítimas mortais. Os penafidelenses vítimas deste acidente encontram-se aparentemente livres de perigo e a ser devidamente acompanhados”.

O Presidente da Câmara Municipal de Penafiel, Antonino de Sousa, já contactou os familiares dos passageiros penafidelenses sobreviventes do acidente ocorrido, hoje de madrugada, em França, com um autocarro da empresa ‘Rota das Gravuras’, que transportava 32 passageiros e no qual se registou 4 vítimas mortais.

Segundo apurou o Presidente da Câmara Municipal, Antonino de Sousa, já manifestou junto das famílias “total solidariedade, disponibilidade e apoio às vítimas do acidente e seus familiares.”

O despiste do autocarro teve lugar a 230 quilómetros de Genebra, na Estrada Nacional 79, direção a Mâcon-Moulins, num troço da RCEA (Estrada Centro Europa e Atlântico).

A Câmara Municipal de Penafiel lamenta profundamente este acidente, ocorrido em França, do qual resultou quatro vítimas mortais.

As vitimas mortais do acidente são: Marília Nogueira, de 33 anos, com residência fixa em Nevogilde, Lousada; Graça Murça, com 58 anos, natural de Foz Côa e o casal José e Lídia Montez, natural de Freixo, Vila Nova de Foz Côa.