No passado dia 30 de Outubro, pelas 24 horas, deflagrou um incêndio na fábrica de móveis da firma José Barbosa Dias e Irmão, Lda. Valeu o alarme rápido de um vizinho que alertou os bombeiros de Paredes. Os voluntários ocorreram ao local mas não puderam evitar os danos provocado pelas chamas que terá deflagrado numa máquina copiadora. Daí ter-se-á  alastrado a 12 máquinas, telhado e a uma encomenda de mobiliário que aguardava despacho para ser exportada para França. A fábrica ficou inativa, com cerca de 500 metros quadrados de área ardida e com um prejuízo calculado em cerca de 100 mil euros.

Agora a preocupação da administração da fábrica é recuperar o que foi destruído de forma a evitar despedimento. Segundo a gerência a fábrica está coberta pelo seguro.