article placeholder

QUEM FOI A MULHER DE CÉSAR?

Quando não se pode destruir a mensagem, ataca-se o mensageiro. Há 15 dias atrás, quando publicamos a notícia sobre a auditoria às contas de Junta de Freguesia de Cete, estávamos longe de prever a...
article placeholder

À ESQUERDA, COMEÇOU A CAÇA AO VOTO

Abriu o novo parlamento Português e assiste-se desde já ao início de uma luta pelo poder entre aqueles que salivam por estarem prestes a alcançá-lo, e que só não se diz luta fratricida, porque estes...
article placeholder

ATÉ QUANDO?

Tempo de férias; Tempo de mudanças; Tempo de desafios; Um, de escrever o editorial, o lancei ao meu rapaz do meio. Sobre o quê, perguntou-me ele. Do que qusieres e achares importante, respondi. E assim fui...
article placeholder

A PROMESSA de Brito Ventura

Dei por mim, esta quinzena, a ouvir continuamente, obsessivamente, esta música: Prometo que não volto a desaparecer Prometo que regresso até ao amanhecer;  Mas se um dia eu não...
article placeholder

Aproximai-vos!

Neste nosso mundo virtual, aparentemente, as distâncias encurtam, e todos que a tal mundo internáutico têm acesso, virtualmente, sentem que estão mais próximos uns dos outros. E como, democraticamente,...
article placeholder

25 de abril, o mal-amado

Tinha quatro anos quando aconteceu o 25 de abril. Mentiria se dissesse que o vivi intensamente e que imediatamente aspirei o novo ar de liberdade que na altura se respiraria. Aliás, desses meus tenros...
article placeholder

Ao meu Pai

  Peço perdão por usar e abusar, como Diretor, do privilégio de escrever aqui aquilo que pessoalmente me apetece escrever, sem critério que não o meu próprio, sem controlo que não o de...
article placeholder

O Mundo Está Perdido!

A obra mais perfeita de Deus é a mulher. É certo que Deus, primeiro, fez um esboço, o Homem, que saiu benzinho, mas não perfeito. E é certo que o Homem, desde o tempo do Génesis que pensa que Deus,...
article placeholder

DA VERTIGEM DOS DIAS

Quando, laboriosamente, escrevi o último editorial, tenho presente que fiquei satisfeito com a tranquilidade proveniente do expectável lento decorrer do tempo até ter necessidade de, com a calma que se...
article placeholder

PRO ARIS ET FOCIS !

PRO ARIS ET FOCIS! é a divisa escolhida pelos fundadores do Progresso de Paredes em 1931 e que apareceu no cabeçalho do jornal durante vários anos. Desapareceu do frontispício, por antiquado, não...