article placeholder

O PROGRESSO PROGREDIRÁ

Não é habitual, nem, porventura, será desejável, como outrora foi, que o editorial tenha foros de primeira página de um jornal moderno. Salvo se, como é o caso, o próprio editorial, em si mesmo, seja...
article placeholder

Olhando para a frente a gente vê!

  A passagem dos anos constante dos calendários que nos alumiam, é um somatório de vivências e percursos, da constância dos deveres do social da consciência das pessoas e dos lugares de...
article placeholder

Mundo de coincidências

Devem ter sido os aviões da Rússia que descobriram e avisaram a Alemanha que Portugal e um país pequeno, com muita história e alguns fanfarrões, mas fundamentalmente com doutores a mais ou, pelo menos,...
article placeholder

Por um prato de lentilhas

Não vamos lá pela dança das marionetas ou pelo repentino esvoaçar de pombos-cinzentos de uma qualquer praça, nem sequer pela introdução entre os soldados inimigos, de um qualquer “cavalo de Troia”,...
article placeholder

“Pássaro ferido na asa”!

Quando o presente governo assentou praça, disse que ia por tudo em ordem. E pôs? Em certo sentido sim, tudo limpinho e claro: o bolso sentiu a ação do detergente, ficando mais leve; tudo o que era...
article placeholder

Fé no percurso da vida

É bem evidente, para quem tiver olhos de ver, que as sociedades atuais estão cada vez mais robotizadas, mecanizadas, com as pessoas desligadas umas das outras, quando não desprendidas pela depressão da sua...
article placeholder

Tempo de colecionar gravatas

Se até as esperanças pagam imposto! Se este é o tempo da surdez. Se é um momento de pseudo-gestores de um presente envenenado a exibir os fragmentos da sua cultura instalada não mostrando nenhum rasgo de...
article placeholder

À procura de um país inteiro

Em fim de reinado e de bota fora, o governo a que chegamos, encerra serviços e de, seguida, abre vagas para os mesmos! É natural que tais serviços venham a ser, na mesma, desativados, mas entretanto, com a...
article placeholder

2015 é que vai ser!

Aliás, 2015 já está a ser! Já se promete tudo. Todas as melhorias para todos. Há que começar a caminhada para o campo do voto. O voto dos seus devotos! O tempo, por isso se marca – 2015 –...
article placeholder

“O estado a que chegamos”

Sejamos claros: A crise do país é cada vez mais uma crise de palavra, da falta dela e de compromisso sério e de confiança, são cada vez mais gritantes. Descaradamente se desrespeitam os direitos sociais...