Por Joaquim Neves, eng.

O próximo dia 1 de Outubro marcará certamente o futuro do nosso Concelho para os próximos 4 anos.

Se para alguns existe a esperança da modificação do rumo que Paredes tem vivido esta década, para outros, será a prova de fogo da validação do seu trabalho realizado nos últimos anos e liderado por Celso Ferreira.

Mas o dia 1 de Outubro será marcante, pois simboliza o adeus a Celso Ferreira da liderança da Câmara Municipal de Paredes.

Certamente que a sua influência se manterá, se o PSD for o vencedor, pois a equipa que liderou é a mesma com que Rui Moutinho vai a eleições.

Se o PSD perder, será o fim de Celso Ferreira?

…. se o PSD perder sim …  mas se ganhar, certamente, ainda vamos ouvir falar muito de Celso Ferreira.

Claro que para mim, na hora da sua despedida não posso deixar de maneira nenhuma de agradecer a Celso Ferreira tudo o que fez:

-Queria agradecer-lhe por deixar a Câmara Municipal com um passivo acima dos 100 milhões de euros;

-Queria agradecer-lhe por nos ter cobrado o IMI no máximo durante alguns anos;

-Queria agradecer-lhe por (…)

Leia o artigo de opinião completo na edição em papel de 27 de setembro ou na edição eletrónica subscrevendo a assinatura digital no nosso site.