A LORD e a cidade de Lordelo passaram a ter ao seu dispor um museu moderno e preparado para diversos géneros de eventos.

António Orlando – texto

O Museu A LORD que funciona na antiga sede da Cooperativa A LORD totalmente reconstruída foi inaugurado no dia 21 de maio de 2016. Na ocasião coube ao Ministro dos Negócios Estrangeiros, Santos Silva ser o mestre de cerimónias na festa de inauguração do espaço.

Há um ano, o Museu A LORD deu, assim, os seus primeiros passos na área da cultura, oferecendo conhecimentos por meios informáticos interativos à comunidade em geral. Desde então, é possível conhecer a história da Cooperativa de Eletrificação A LORD desde a sua constituição no ano de 1933 até aos nossos dias, destacando-se a criação da Fundação A LORD e as suas atividades.

A mesa interativa “Transformador” dá ao visitante do Museu informações relativas ao setor elétrico e explica a posição da Cooperativa enquanto Operador de Redes de Distribuição, Comercializador de Último Recurso e Comercializador em Regime de Mercado, na cidade de Lordelo. Nessa mesa estão, também, incluídos vídeos que demonstram o circuito da energia elétrica e o percurso de alguns pontos de iluminação da freguesia.

Mas o Museu é muito mais que a história de A LORD alicerçada na recuperação da primeira sede da Cooperativa A Lord. “É uma aposta claramente justificada. O equipamento tem sempre a lotação esgotada com os seus utilizadores com as atividades do Museu e da Biblioteca. Tem todos os dias a visita de escolas. Todas as semanas acolhem 40 senhoras em ateliês. Os adultos vêm cá consultar os jornais”, exultou Francisco Leal, o presidente da Fundação e Cooperativa A LORD.

O 1º aniversário do Museu foi evocado, por antecipação no dia 10 de maio, no salão nobre da Cooperativa, em simultâneo com o 84º aniversário da casa mãe – A Cooperativa A LORD. Na ocasião, foi inaugurada uma galeria dos antigos presidentes de A Lord desde a sua fundação em 1933. No programa de festas constam ainda visitas culturais à fortaleza de Valença. Atualmente já estão cheios cinco autocarros. “As viagens são destinadas apenas aos nossos associados a quem nós oferecemos o transporte”, acrescentou Francisco Leal.

 

Horário de funcionamento do Museu A LORD

2.ª a 6.ª Feira: 9:00h – 12:30h; 13:30h – 18:00h