Em abril o clube Paredense entrou num vazio diretivo, por demissão em bloco da Direção em funções, e não havia quem tomasse conta da estrutura. Foi aí que um grupo de sócios do clube se uniu, para que esta associação, não terminasse, dado os sete anos de história ao serviço de Paredes e do desporto.

Por isso em maio apareceu uma lista, encabeçada por Ricardo Santos, que conta com alguns “nomes fortes como Carlos Franclim, Granja da Fonseca, Sara Soares, coordenadora técnica, Inácio Costa, Manuel Vieira e Luís Baltar”, como explica o novo presidente da Direção.

O objetivo é alterar o paradigma do desporto em Paredes: No espírito, nos espaços e, sobretudo, nas pessoas. Mas antes disso foi necessário fazer uma exaustiva análise financeira do clube, Ricardo confessa que a situação “não era de fácil leitura, mas já está feito”, o presidente da direção garante que a missão principal neste momento é lançar um projeto com viabilidade financeira, sustentável e gerador de sinergias, fazendo do Altis uma associação de referência.

O primeiro desafio da nova direção é proceder a uma estruturação financeira e a uma organização interna do clube e das próprias modalidades, a qual será apresentada aos associados.

Mas querem ir mais além, reestruturar todo o conceito do clube e alterar a forma como as secções são geridas, isto é, atualmente cada secção tem total autonomia perante a direção do clube. Falta o envolvimento entre todos. “Queremos modalidades com uma ligação muito forte com a direção, onde é fundamental que se perceba que essa ligação é fulcral, para estabelecer objetivos para as modalidades cumprirem”, explica Ricardo Santos.

A reestruturação passa também por repensar as modalidades existentes, uma vez que o Altis tem muitas modalidades, mas algumas pouco ativas. As modalidades que têm maior número de participantes são o karaté, a patinagem artística e o fitness. Mas há ainda o hóquei em patins, equipas de formação, futsal feminino, futsal masculino e futebol 11 no campeonato do Inatel, lutas olímpicas (com atletas medalhados a nível nacional) e os altizinhos, que são a equipa de futsal de alunos do Centro Escolar de Paredes.

 

Leia a notícia completa na edição em papel de 31 de julho ou subscreva a assinatura digital no nosso site.