Entrada vai passar a contar com duas vias de circulação e 11 lugares para ambulâncias.

Publicado por António Orlando

Arrancou já a obra programada, e anunciada desde março deste ano, no espaço exterior da Consulta Externa do Hospital Padre Américo para melhoria dos acessos e reformulação do estacionamento de ambulâncias.

A intervenção tem como objetivo melhorar significativamente a acessibilidade de pessoas, evitando os constrangimentos de trânsito e impedindo a estagnação nos acessos, que, com a redução considerável do diâmetro da rotunda, possibilita a criação de duas vias de circulação.

Vão ser também criados 11 espaços de estacionamento para ambulâncias, garantindo-se assim que a entrada da Consulta se encontrará sempre desimpedida.

Numa fase posterior, está também prevista a instalação de um sistema de sombreamento que nascerá no centro da rotunda e será fixado à fachada de entrada da Consulta Externa, sendo retirada a pala que atualmente existe.

A par com a Urgência, a Consulta Externa é o serviço com mais utentes. Diariamente, são realizadas 1500 consultas e exames especiais, estimando-se que passem pela Consulta Externa mais de três mil pessoas por dia.

 

“Espiral da Vida” muda de local para otimização do espaço

Para iniciar esta obra, tornou-se necessário deslocar a “Rotunda das Pedras”, dizem uns, ou a “Espiral da Vida”, dizem outros, para nova área do Hospital Padre Américo. A solução encontrada, para que todos possam continuar a apreciar esta instalação, foi colocá-la no jardim lateral da entrada principal do Hospital Padre Américo.

A deslocação da escultura ficou a cargo do Serviço de Instalações ou Equipamentos, que, entre medições e outros cuidados, a transferiu, pedra por pedra, de forma exata para o novo local.

Desconhece-se o autor desta intervenção artística, mas é confirmada a sua instalação em obra, ou seja, a espiral de pedras foi colocada durante a construção do Hospital Padre Américo cujos trabalhos começaram em 1997 e terminaram em 2001, tendo sido o hospital inaugurado a 27 de outubro desse ano.

Na tradição celta, as espirais são encontradas em vários artefatos e construções antigas e representam o equilíbrio do universo e o ciclo da vida.