Sentença. A pena mais elevada de 14 anos e dois meses de prisão condena Joaquim Gonçalves, 53 anos pai de Judite Gonçalves a companheira da vítima. A mulher foi condenada a dez anos e cinco meses de prisão. O terceiro arguido, Chokri Zouani, cidadão tunisino, foi condenado a 13 anos e dez meses de prisão.

Os crimes de homicídio e de profanação do cadáver pelos quais os arguidos foram condenados, ocorreram a 4 outubro de 2015, em Sobreira, Paredes. O corpo de Leandro Rocha, 31 anos só foi encontrado dias depois, a boiar no rio Sousa, já em Aguiar de Sousa.

Os condenados ficam ainda obrigados ao pagamento, de forma solidária, de 58 mil euros à criança, agora com cinco anos, que nasceu do relacionamento amoroso de Judite Gonçalves com a vítima mortal.

O tribunal de Penafiel deu como provado que foi (…)

 

Leia a notícia completa na edição em papel de 3 de março ou na edição eletrónica subscrevendo a assinatura digital no nosso site