António Orlando – texto

Foto – Paulo Pinheiro

O concelho de Paredes foi, esta tarde, fustigado por vários incêndios florestais. Atualmente as preocupações dos bombeiros centram-se em Baltar, nas imediações da Zona Industrial. Duas horas antes, a aflição foi vivida na zona de Rebordosa.

Neste último caso, em Rebordosa, quatro focos de incêndio em outros quatro pontos da freguesia mobilizaram a totalidade dos meios dos voluntários de Rebordosa e ainda tiveram que pedir apoio aos Bombeiros de Lordelo, Baltar e Cête.

Apesar da alta temperatura que se fez sentir ao longo do dia, nada fazia prever uma erupção de vários focos de incendio e ao mesmo tempo. “Não há provas de fogo posto, mas o que é certo é que, as chamas apareceram em locais estratégicos junto a fábricas” disse Simão Barbosa, comandante dos Bombeiros de Rebordosa.

Segundo a fonte, os incêndios ocorreram: um na Ponte Nova, outro junto à Quinta das Curtinhas, um terceiro nas imediações da Zona Industrial ( junto ao Campo de Tiro) e um quarto nos arredores do estádio do Rebordosa AC.

Ao final da tarde, os incêndios de Rebordosa estavam dominados. “Há apenas prevenção numa área onde existe muitos sobrantes do em recente abate de árvores”, acrescentou o responsável ao Progresso de Paredes.