Joaquim Neves, Engenheiro

O chauvinismo, o individualismo, o ter o diferente e o estrangeiro como inimigos, constituem os ingredientes que levaram a duas grandes guerras mundiais. Os franceses, melhor do que ninguém, foram vitimas dessa tragédia e não terão, ainda, apagado a memória. À última hora, a maioria dos que foram às urnas em França para elegerem o seu presidente decidiram colocar o seu voto num voto útil para França, e, talvez com ajuda de sais de frutos, despejaram o papelinho a favor de Macron.

Mas em boa verdade, as críticas da nacionalista Le Pen (…)

Leia o artigo de opinião completo na edição em papel de 12 de maio ou na edição eletrónica subscrevendo a assinatura digital no nosso site.