A.D.R.C.S. Besteiros conquistou a Taça Inatel do Distrito do Porto

O clube de Besteiros venceu a Taça Inatel do Distrito do Porto. Este feito foi realizado após a vitória por uma bola a zero, frente ao Clube Caça e Pesca de Aguiar. Márcio Nunes foi o autor do golo.

O Complexo Desportivo de Ramalde foi o local onde se realizou a festa após o resultado alcançado pelo clube de Paredes. Em comunicado o clube afirmou que “Certamente das histórias mais bonitas de contar. Uma época muito sofrida, com muitas adversidades. O grupo teve sempre a resiliência suficiente para conseguir superar tudo aquilo que teimava em não ajudar. Queremos agradecer a todos os atletas e treinadores que abdicaram das suas vidas privadas, treinaram ao sol, à chuva, ao frio, com limitações físicas e por vezes com o cansaço psicológico acumulado das adversidades da época e das suas vidas laborais/pessoais. Não menos importantes nesta caminhada, está uma direção que suportou através de trabalho, conseguindo as receitas financeiras possíveis para que tivéssemos o mínimo de condições para a prática deste desporto!”.

Agradeceram ainda o contributo do Município de Paredes nas pessoas do Presidente da Câmara Municipal de Paredes, Alexandre Almeida, Paulo Machado, Representante de Besteiros e Artur Silva, Presidente da Junta de Freguesia de Paredes “de boa vontade conseguiram agilizar a cedência de um autocarro, para deslocação ao Estádio do Ramalde. Este gesto permitiu que conseguíssemos ter uma moldura humana, certamente muito importante para a conquista desta taça”.

Márcio Nunes, autor do golo decisivo agradeceu “a oportunidade de divulgar um momento histórico do clube”. Começa por explicar que “a época até agora foi muito sofrida psicologicamente devido a desistências e lesões de jogadores, mas no final tudo compensou com a vitória por 1-0 frente a uma das melhores equipas que já enfrentamos nesta temporada”.  Acrescenta também que “Orgulho é a palavra que melhor demonstra aquilo que tenho pelos meus colegas, direção e equipa técnica fizeram até agora”. Quanto à análise da sua prestação no jogo da final, o jogador afirma que “ter sido o autor do golo decisivo do jogo foi sem dúvida a ‘cereja no topo do bolo’ mas nada disso teria sido possível sem o incrível apoio dos adeptos e de toda a equipa que deram tudo do início ao fim. Agora vamos disputar a fase nacional, estamos com boas expectativas e muito ambiciosos para fazer história”.

 

Carlos Silva, Presidente do clube afirmou “foi uma caminhada difícil, perdemos o treinador a seis jornadas do fim, mas a vontade dos jogadores foi determinante para que o resultado fosse este”. Acrescentou ainda que agora vai ocorrer a finalíssima com os outros distritos e que “seria excelente se conseguíssemos vencer”.