Agrupamento de Escolas de Vilela lança projeto de inclusão social com tecnologia espacial

 

O Agrupamento de Escolas de Vilela anunciou o projeto “Streilha”, que utiliza a Tecnologia Espacial para promover a inclusão social dos alunos com necessidades especiais.

Desde janeiro de 2024, um grupo de nove alunos com necessidades educativas especiais tem estado a desenvolver um microssatélite do tamanho de uma lata de refrigerante (CanSat).

Este microssatélite será lançado a 100 metros de altitude no dia 22 de junho, em Bragança, no âmbito da competição “CanSat Júnior (Portugal)”. Esta é a primeira vez que uma equipa de alunos com necessidades educativas especiais participa na final de uma competição CanSat.

O CanSat é um projeto educativo do ESERO Portugal, organizado em parceria com a Ciência Viva e com o apoio da Agência Espacial Europeia (ESA). O objetivo é motivar os alunos para as áreas STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática) e para a indústria espacial.

Este projeto é um passo significativo no desenvolvimento das competências dos alunos e na promoção da inclusão social através da educação.