A antiga escola primária de Astromil foi convertida na sala “Encontro e Conhecimento”, com um auditório para a cultura e cidadania, que vai dinamizar socialmente a freguesia. O espaço foi inaugurado no dia 25 de outubro, data em que foi apresentada a candidatura “Astromil Une Gerações” através da natureza, memória e atividades, no âmbito do projeto “Paredes – Capital Jovem da Criatividade”.

 “Esta é uma escola que fechou pela Carta Educativa e abriu com cultura”, começou por dizer Celso Ferreira. “A escola primária de Astromil foi uma das que fecharam e nenhum presidente gosta disso, mas as crianças estão melhor. Cumprimos. Demos novas escolas aos alunos e devolvemos as antigas à comunidade” acrescentou o presidente da câmara municipal de Paredes.

Na cerimónia de inauguração do novo espaço de cidadania e cultura, construído com a colaboração da câmara que forneceu as tintas e mão-de-obra e empresas que forneceram os restantes materiais, foram homenageadas antigas professoras e uma funcionária da escola que atravessou muitas gerações de alunos.

 

Leia mais na edição em papel de 7 de novembro ou subscreva a assinatura digital no nosso site.