José Manuel Garcês é um arquiteto de Paredes, sempre ligado à área, acabou por se especializar em arquitetura já tarde, mas o tempo jogou a seu favor. Os anos de experiência e o conhecimento de mercado acabaram por ser uma mais-valia.

Um dos projetos, que concluiu recentemente, deu-lhe maior visibilidade. Quem passa pela nova loja Cafy Baby não fica indiferente. O projeto da autoria de José Manuel Garcês soube casar o edifício original e os seus traços antigos, com a modernidade, o que resultou num edifício marcante.

Confessa que este foi um dos primeiros projetos onde conseguiu implementar grande parte das suas ideias. Apesar da limitação de ter que respeitar a memória do edifício principal e de se adaptar aos limites do cliente, conseguiu executar um edifício que espelha o seu trabalho enquanto arquiteto.

Começou o seu percurso como desenhador, trabalhou com o Arquiteto Carlos Santos, que projetou a Casa da Cultura, entre outros. Mas foi em 1997 que se estabeleceu por sua conta e há cerca de 10 anos que tem o seu atelier no centro de Paredes.

Com a necessidade de abraçar novos desafios, acabou por tirar a Licenciatura em Arquitetura. Considera que conseguiu “abrir novos horizontes”, fazendo trabalhos com maior projeção, não só em Paredes, mas no Vale do Sousa.

Leia a notícia completa na edição em papel de 27 de março ou subscreva a assinatura digital no nosso site.