A casa do árbitro Jorge Sousa, nomeado para o jogo entre o Benfica e o Santa Clara, foi vandalizada (pichada) nesta sexta-feira. No muro da residência do juiz, situada no concelho de Paredes, foi pintada a inscrição “Benfica ou morte 1904”, o que motivou uma queixa na GNR de Lordelo, adianta o JN que cita como fonte o Conselho de Arbitragem (CA).

O CA, presidido por José Fontelas Gomes, está solidário com o árbitro do Núcleo de Árbitros do Vale do Sousa (A. F. Porto) e já acionou o dispositivo de segurança que os árbitros têm à disposição, no sentido de acompanhá-los de perto quando existem situações de potencial risco que possam colocar em causa a sua integridade física.

Jorge Sousa está nomeado para arbitrar a receção do Benfica, líder da I Liga, ao Santa Clara, no sábado, a partir das 18.30 horas, no Estádio da Luz, em Lisboa.

O Benfica lidera a I Liga, com 84 pontos, mais dois do que o F. C. Porto, bastando-lhe um empate na receção aos açorianos para assegurar a conquista do 37.º título nacional, independentemente do resultado do rival portuense na receção ao Sporting, no mesmo dia, à mesma hora.