CCP esgotou com o seu primeiro espetáculo “Liberdade.Liberdade.Liberdade”

Na sexta-feira, dia 26 de abril, o Espetáculo Artístico “Liberdade.Liberdade.Liberdade”, no âmbito das Comemorações do 50º aniversário do 25 de abril, encheu o Centro Cultural de Paredes.

O primeiro espetáculo que este novo espaço recebeu contou com casa cheia e foi criado e coordenado pela companhia de teatro profissional Astro Fingido. O evento contou ainda com a participação do Conservatório de Música de Paredes, do Conservatório de Dança do Vale do Sousa, do Grupo de Trabalhadores da IMPRESA e de diversos Grupos de Teatro do Concelho, nomeadamente, a Associação Clube de Jazz de Baltar, a Associação para o Desenvolvimento  de Mouriz, a Associação para o Desenvolvimento de Rebordosa, o CêTeatro – Grupo de Teatro Amador de Cête, o Espaço Amigo – Associação Cultural, Recreativa e Social de Vandoma, a Genoa – Associação Cultural e Artística, o Grupo Expansivos de Lordelo, a Raízes Épicas – Associação Artística enRaiz’arte, o Teatro Palco – Grupo de Teatro de Sobrosa e a Tru’peça Grupo de Teatro de Rebordosa.

A iniciativa, financiada pelo PRR – Plano de Recuperação e Resiliência no âmbito do PACD – Plano de Ação para as Comunidades Desfavorecidas, levou ao palco 178 participantes, entre crianças e adultos, profissionais e amadores, criativos e técnicos.

A Companhia de Teatro Profissional Astro Fingido afirma que foi “uma festa de todos e para todos. Amigos, valeram a pena os ensaios depois de um dia de trabalho, as viagens, o cansaço, para partilharmos este ‘LIBERDADE.LIBERDADE.LIBERDADE.’ com a alegria e a vontade que nos uniu desde o primeiro momento. Obrigado a todos os participantes e ao público maravilhoso que nos acompanhou”.