As escolas públicas e privadas de Felgueiras e Lousada vão encerrar e as populações destas localidades devem evitar deslocações desnecessárias, anunciou a Direção-Geral da Saúde.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) sublinha que, dos 23 casos de infeção por Covid-19 existentes na Região Norte, há 19 que correspondem ao mesmo foco.

“Tendo em conta a circunscrição de maioria destes casos aos concelhos de Felgueiras e Lousada, afetando também instituições escolares, a evidência apoia o fecho preventivo de todas as escolas”, explica a DGS, acrescentando que “estudos comparativos em circunstâncias de epidemia mostram que o fecho preventivo tem maior efeito quando comparado com o reativo”, pode ler-se num comunicado divulgado este domingo à noite.

“Mediante o acumular de casos” nestes dois concelhos “proceder-se-á ao encerramento não só dos estabelecimentos escolares (públicos e privados), mas também à suspensão de atividades dos estabelecimentos de lazer/culturais e de utilização pública, designadamente ginásios, bibliotecas, piscinas, espaços para eventos e cinemas”.

A DGS refere que “esta medida é temporária” e apela às populações de Felgueiras e Lousada “devem evitar deslocações desnecessárias e participar em reuniões com elevado número de pessoas, de forma a reduzir o número potencial de pessoas contagiadas”.

Em Paredes, a CESPU suspendeu atividades letivas nos seus estabelecimentos de ensino superior como medida preventiva.