Espaço Atleta: Ricardo Sousa Gonçalves foi vice campeão do Campeonato de Portugal Rotax

Ricardo Sousa Gonçalves nasceu a 27 de maio de 2011 e é natural da Madalena, Paredes.

O atleta começa por explicar como nasceu o gosto pelo mundo do desporto motorizado onde relembra que “embora o meu avô materno, tenha sido um dos pilotos pioneiros a nível nacional no Autocross e posteriormente no Ralicross, chegando inclusive a sagrar-se vice-campeão no final da década de 80, nunca houve na minha família qualquer tipo de influência para que eu realizasse nenhuma atividade desportiva em específico”.

O dia em que percebeu que esta era uma modalidade a seguir foi “um dia fui ao kartódromo de Baltar e dei uma volta num kart bilugar com o meu avô. A experiência foi tão positiva e tão entusiasmante que pedi ao meu pai se podia ter um kart meu para voltar a repetir… e assim foi! Os meus pais ofereceram-me o meu primeiro kart no início de março de 2017 e passado quinze dias estava a fazer a minha primeira corrida no Troféu Clube Kart do Porto, em Baltar. Tinha cinco anos”.

Revela que desde essa experiência e de uma forma mais ou menos regular “tenho feito várias corridas a nível nacional. O momento mais impressionante desta minha atividade desportiva foi o convite para a participação em 2022, nas Finais Mundiais Rotax que se realizaram no Circuito Internacional de Portimão e onde tive oportunidade de competir com campeões de várias nacionalidades. Julgo que esta experiência me trouxe uma motivação extra e comecei a levar o karting mais a sério em termos desportivos e a encarar as provas com outra responsabilidade que até então não demonstrava”.

O atleta foi recentemente distinguido na Gala do Desporto de Paredes, onde confessa que “foi uma surpresa agradável, mas totalmente inesperada! Desde que ando no Karting, o meu principal objetivo tem sido divertir-me e procurar evoluir enquanto piloto. Quando recebi o convite do município senti-me orgulhoso e honrado pelo facto de saber que havia alguém que seguia o meu percurso desportivo. Aproveito para publicamente agradecer à Câmara Municipal de Paredes o reconhecimento. Espero no futuro continuar a dignificar o meu município”.

O balanço da temporada de 2023 foi “claramente muito positivo”. Entre várias participações, “uma vez mais, participei no Campeonato de Portugal Rotax, numa nova categoria – categoria júnior – para pilotos dos 12 aos 14 anos. Embora eu tenha feito metade da época ainda com 11 anos de idade e sendo eu dos pilotos menos experientes, consegui ser vice-campeão. A mudança para esta nova categoria implicou a adaptação a um kart maior e a um motor mais potente. A título de curiosidade este meu novo motor na pista de Portimão chega aos 130 km/hora. Além disso, integrei uma equipa profissional – a “JuniorRacing Team” que foi fundamental na adaptação a esta nova categoria e à qual agradeço todo o apoio que me deu ao longo da época“.

Leia a reportagem completa na edição do jornal “O Progresso de Paredes”, do dia 22 de dezembro de 2023, edição nº3574.