Uma centena de trabalhadores da fábrica de cogumelos do grupo Sousacamp, localizada em Gondalães, está a dias de ser enviada para odesemprego. A Sousacamp, em processo de insolvência desde 2018, vai encerrar os sectores de colheita e produção.  Os serviços serão centralizados nas fábricas de Benlhevai (Vila Flor) e Vila Real. A unidade de Paredes “continuará a centralizar os setores de embalamento e expedição do grupo”, o que “garante a manutenção de mais de 100 postos de trabalho”, garante o administrador da Insolvência.

Perante a ameaça de dispensa, os funcionários decidiram avançar com um protesto, previsto para ontem dia 30, já após o fecho desta edição de O Progresso de Paredes. À mesma hora, em Vila Flor, estava também agendada uma assembleia de credores com vista à aprovação do plano de insolvência da empresa.

Leia a notícia completa na edição em papel de 31 de janeiro ou subscreva a assinatura digital no nosso site.