Francisco Rodrigues dos Santos foi eleito presidente do CDS no 28º Congresso do partido que nos dias 25 e 26 de janeiro, decorreu em Aveiro. José Miguel Garcez líder do CDS/Paredes, foi eleito vogal da nova Comissão Executiva dos centristas.

O novo líder, reclama “um novo rumo para o país” que diz ter sido tomado pela “quadrilha das esquerdas unidas”. Quer erguer “uma nova direita” e propõe um novo contrato social aos portugueses. Mas não se fica por aqui. Um SNS aberto à iniciativa privada e o alargamento dos contratos de associação no ensino são outras das propostas que apresenta ao país.

Leia a notícia completa na edição em papel de 31 de janeiro ou subscreva a assinatura digital no nosso site.