“Juntos na Insuficiência Cardíaca” reuniu doentes, familiares e profissionais no Hospital Padre Américo

“Juntos na Insuficiência Cardíaca” um Workshop promovido pela Associação de Apoio aos Doentes com Insuficiência Cardíaca (AADIC), em parceria com a Clínica de Insuficiência Cardíaca do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS) reuniu cerca de uma centena de participantes entre profissionais de saúde, doentes, familiares e cuidadores.

Na sessão de abertura estiveram Filipa Carneiro, diretora clínica do CHTS, José Ribeiro, enfermeiro diretor do CHTS, e Carlos Alberto, presidente do Conselho de Administração do CHTS, que salientou “a confiança dos utentes no acompanhamento feito pelo Serviço de Cardiologia, confirmada pela forte participação neste encontro, numa manhã de sábado, onde os ensinamentos e a partilha de conhecimento vão estar em destaque”.

Nas palavras de Aurora Andrade, cardiologista que coordena a Clínica de Insuficiência Cardíaca do CHTS, “há vida para além da insuficiência cardíaca. É possível ser feliz, mesmo tendo esta doença crónica. O truque é adaptar-se às circunstâncias e enganar a doença”.

Maria José Rebocho, elemento do conselho científico da AADIC, apresentou a associação que “tem como objetivo fomentar a divulgação da insuficiência cardíaca e melhorar o diagnóstico e tratamento desta patologia e, acima de tudo, melhorar a qualidade de vida dos doentes e seus familiares”.

Além do programa científico, o encontro contou com um jogo interativo, onde os conhecimentos dos doentes foram postos à prova, tendo todos passado com distinção nas várias questões que foram colocadas sob a forma de “Casos da vida real”.

Houve ainda testemunhos de doentes e cuidadores que falaram sobre as dificuldades e as estratégias encontradas para lidar com a doença.

A terminar, para reforçar a importância da atividade física, foi lançado um desafio que colocou todo o auditório a dançar. Nesse dia, também na cantina, a importância da alimentação saudável ficou marcada com o almoço a ser servido com menos sal.

Leia a notícia completa na edição em papel de 17 de janeiro ou subscreva a assinatura digital no nosso site.