Maria João Castro foi a protagonista do Café Literário de Abril

O mês de abril começou com mais uma edição do Café Literário. Maria João Castro foi a protagonista desta iniciativa que se realizou na Biblioteca Municipal de Paredes, na noite de 5 de abril.

Numa conversa conduzida pela Vereadora da Cultura, Beatriz Meireles, a autora falou sobre a vida pessoal e profissional, dedicada à luta pelos direitos das mulheres, minorias e migrantes, assim como à cultura e à política.

Maria João Castro destaca que “para mim, abril é a possibilidade de pôr em prática aquilo que é a liberdade, igualdade e fraternidade. Abril é um percurso”. Não faltaram cravos nesta conversa que foram distribuídos por todos os que participaram no evento. Os Amigos da Cultura de Paredes surpreenderam o público com a leitura e dramatização de obras relacionadas com o 25 de abril.

Maria João Castro é professora do Ensino Superior nas áreas da História da Cultura, do Teatro e Cinema e da Ideologia e Pensamento Político Contemporâneo na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo. É mestre em História Contemporânea e Doutorada em História Política Contemporânea. A sua dedicação à escrita teve início em 1998. Desde então, a autora tem escrito diversos artigos.