Reinaldo Pinheiro, um dos fiéis escudeiros desde a primeira hora de Pinto da Costa, presidente do F. C. Porto, faleceu esta quarta-feira vítima de covid-19.

O “Chefinho”, como carinhosamente lhe chamavam os futebolistas que passaram pelos dragões, tinha 70 anos – nasceu em Paços de Ferreira, a 14 de fevereiro de 1950  e casou no Marco de Canaveses – e perdeu a batalha pela vida para a covid-19, no Hospital de São João, no Porto, onde estava internado já cerca de um mês. Viúvo, a esposa Lurdes faleceu a 8 de novembro de 2011, tinha dois filhos.

Reinaldo Costa Teles Pinheiro casou no Marco de Canaveses.

Reinaldo Teles acompanhou Pinto da Costa desde que se conheceram, em 1967, quando o agora presidente era diretor do Boxe e ele um promissor pugilista do clube. Uma relação de cumplicidade, lealdade, confiança e amizade desfeita 53 anos depois pelo maldito coronavírus, cuja pandemia está a deixar o mundo em pantanas.