Paços de Ferreira avança com operação policial por causa da covid-19

A Proteção Civil de Paços de Ferreira anunciou que durante este fim de semana será realizada uma “operação policial intensa” no concelho para evitar a concentração excessiva de pessoas em locais públicos.

Abraços com a eminência de um novo surto de covid-19 no concelho, infeção que de resto já atingiu o presidente da Câmara, Humberto Brito e mais sete colaboradores da autarquia, a Proteção Civil, determinou a realização de operação policial em locais públicos, nomeadamente, na rua, cafés, bares e estabelecimentos de diversão.

A Câmara Municipal relembrou ainda que “os incumprimentos das normas da DGS estão sujeitos a coimas elevadas” e que estão proibidos ajuntamentos superiores a 20 pessoas.

Além do presidente da Câmara de Paços de Ferreira nas últimas horas testaram igualmente positivo, nomeadamente, um professor de Pólo Aquático o que fez com que os alunos fossem colocados em quarentena. O padre de Freamunde está igualmente infetado com coronavírus.