A Porteira do Le Bataclan, em Paris vai ser distinguida em Penafiel com a Medalha de Mérito Municipal Dourada. Margarida dos Santos Sousa, natural de Galegos, na fatídica noite de 13 de novembro de 2015 dos atentados terroristas à cidade de Paris, “de uma forma altruísta, heróica e de grande coragem, esquecendo que a sua própria vida estava em risco, salvou e socorreu algumas das vítimas que fugiam à morte sangrenta do ataque terrorista”, justifica, fonte autárquica, esta atribuição.

A distinção surge no âmbito do 246.º aniversário da elevação a cidade que vai ser assinalado no próximo dia 3 de março. Rosário Gamboa presidente do Instituto Politécnico do Porto e Adelaide Galhardo, a primeira medica do concelho recebem a medalha de ouro da cidade.

O Município de Penafiel vai assinalar, no próximo dia 3 de março, o 246.º aniversário da elevação a cidade. Segundo reza a história, foi a 3 de março de 1770 que D. José I, com o objetivo de desmembrar o bispado do Porto, escolheu Arrifana (Penafiel), centro de uma das quatro comarcas eclesiásticas que o compunham, para nova sede episcopal e consequentemente deu à vila o estatuto de cidade.

Do programa, que se prolonga durante todo o mês, decorrem várias atividades enquadradas nas comemorações de elevação a cidade, este ano, com a temática centrada na Educação.

No dia de aniversário, dia 3, às 9h00, será hasteada a bandeira da Cidade, na Câmara Municipal de Penafiel com uma salva de morteiros.

Por volta das 12h00 decorrerá uma missa em honra dos autarcas e funcionários municipais já falecidos, no Santuário da Nossa Senhora da Piedade, mais conhecido por Igreja do Sameiro.

Na parte da tarde, às 15h00, vai decorrer a Sessão Solene do 246.º Aniversário da elevação de Penafiel a cidade, no Museu Municipal de Penafiel, onde serão atribuídas as Medalhas Honoríficas a personalidades de prestígio a nível do concelho.

Atribuição da Medalha de Mérito Municipal Dourada:

– Ismael Magalhães Teixeira Mendes

– António Alberto Vieira Simões

– Maria Luísa Barrosa Monteiro Coelho

– Ana Alzira Pereira

– Vítor Alexandrino Teixeira Nunes Leite

– Maria Leonilde Ferreira Coelho

Estas personalidades desempenharam relevantes funções no ensino, como professores e como gestores, tendo desempenhado com especial brio e dedicação o cargo de liderança das respectivas escolas por um período superior a quinze anos.

– Manuel Dias dos Santos

Depois de passar aos quadros de professores foi lecionar para a freguesia de Boelhe, concelho de Penafiel, tendo interrompido apenas durante dois anos consecutivos para trabalhar na escola de Rans, concelho de Penafiel. Finalmente regressou a Boelhe onde trabalhou durante trinta e oito anos seguidos, tendo aí terminado a sua carreira aos setenta anos de idade.

A par do ensino recebeu e deu formação na área do ensino, da educação e da pedagogia.

Manuel Dias dos Santos dedicou toda a sua vida a ensinar, tendo sido um professor dedicado e obstinado pelo ensino das primeiras letras e dos primeiros números.

– José Aires de Sousa (titulo póstumo)

Natural de Penafiel, completou a 4.ª classe na Escola Primária do Conde Ferreira de onde saiu para trabalhar na “Farmácia Confiança” que à data pertencia ao avô daquela que viria a ser a sua mulher. Aí fez um longo percurso, começando como ajudante técnico de 3.ª, de 2.ª e de 1.ª, recebendo a cédula profissional de técnico de farmácia em 13 de abril de 1962. Até aos 83 anos manteve contacto com a farmácia, onde esteve sempre presente.

José Aires de Sousa mais conhecido por “Zéquinha da Farmácia” faleceu no dia 3 de fevereiro de 2016.

Este penafidelense desempenhou relevantes funções na vida associativa penafidelense com especial relevância no Futebol Clube de Penafiel. Na atividade profissional, na farmácia, era um homem totalmente disponível para servir todos os que o procuravam para a prestação de cuidados de saúde.

– Paulino Rodrigues (titulo póstumo)

Nasceu no dia 10 de maio de 1927, na freguesia de Penafiel. Completou o 2.º grau e muito cedo começou a trabalhar. Inicialmente foi sapateiro de profissão. Depois, trabalhou na empresa “Albano & Miguel, LDA.”. Finalmente trabalhou na indústria da restauração, tendo passado pelo restaurante Caravana, Café Bar, Café Centopeia e Café Restaurante Alvorada. Era casado e pai de sete filhos.

Paulino Rodrigues desempenhou funções enquanto Vereador da Câmara Municipal de Penafiel, em 1979.

Este penafidelense destacou-se também no desporto, como guarda-redes do Futebol Clube de Penafiel, entre outras equipas, e fez carreira ao serviço dos Bombeiros Voluntários de Penafiel.

– Margarida dos Santos Sousa

Natural de Galegos, concelho de Penafiel, reside em França há 36 anos. É porteira de profissão há 25 anos e neste preciso momento exerce a sua atividade no 87 Bd Richard Lenoir.

Na fatídica noite de 13 de novembro de 2015 a cidade de Paris viveu momentos trágicos na sequência de vários atentados terroristas que vitimaram mais de 120 pessoas, incluindo cidadãos portugueses.

A sala de espetáculos Le Bataclan, onde decorria um concerto, foi palco do atentado mais sangrento. Nessa terrível noite quando vários espectadores tentavam fugir do local tentando escapar ao atentado a penafidelense Margarida Sousa corajosamente acolheu e escondeu várias pessoas, algumas delas gravemente feridas, no prédio onde é porteira junto ao Le Bataclan.

Margarida dos Santos Sousa, de uma forma altruísta, heróica e de grande coragem, esquecendo que a sua própria vida estava em risco, salvou e socorreu algumas das vítimas que fugiam à morte sangrenta do ataque terrorista.

Atribuição da Medalha de Ouro do Concelho de Penafiel:

(Aprovadas em reunião de Câmara e sujeitas a aprovação na Assembleia Municipal de 26 de Fevereiro)

– Maria Adelaide Ferreira Galhardo Brandão Rodrigues dos Santos

Nasceu a 1 de dezembro de 1936, na cidade do Porto e licenciou-se em Medicina e Cirurgia na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, em outubro de 1963. Foi a primeira mulher formada em Medicina do concelho de Penafiel.

Em 1978 foi uma das fundadoras da Clínica Médica Arrifana de Sousa, onde ainda exerce funções como médica.

Maria Adelaide Ferreira Galhardo Brandão Rodrigues dos Santos tem desempenhado relevantes funções ao serviço da saúde, nomeadamente na assistência à maternidade, assistência aos mais velhos, na prestação de cuidados médicos ao domicílio, na implementação das primeiras consultas de Planeamento Familiar em Penafiel e na fundação da Clínica Médica Arrifana de Sousa. Para além da prestação de serviços relevantes foi a primeira mulher Médica do concelho de Penafiel, completando este ano 50 anos ao serviço da comunidade penafidelense.

– Maria do Rosário Gambôa Lopes de Carvalho

Natural da freguesia e concelho de Penafiel, Maria do Rosário Gambôa Lopes de Carvalho é actualmente Presidente do Instituto Politécnico do Porto, reeleita para 2.º mandato, em 2014-2018.

Ao longo do seu extenso currículo, desempenhou relevantes funções no ensino Politécnico Universitário, na academia, na investigação, na cultura e na ação cívica.