Saúde. Além do medico há um outro caso, este de um português que terá sido infetado em Espanha. 

redação – texto

Um médico de 60 anos é a primeira vítima portuguesa infetada com o vírus Covid-19, também conhecido por coronavírus. O clinico foi infetado no norte de Itália onde passou alguns dias de férias. A vitima é medico no Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS).

A ministra da Saúde confirmou que um caso positivo “é um doente homem [médico], com 60 anos, que teve início de sintomas a 29 de fevereiro” e “o seu estado de saúde é estável”. Acrescentou ainda que existe, neste caso, “um link epidemiológico ao norte de Itália”, onde esteve de férias. Este doente está internado no Hospital de Santo António, no Porto, afirmou Marta Temido.

Na mesma conferência de imprensa a ministra da saúde, que se fez acompanhar por Graça Freitas, diretora geral de saúde, confirmou a existência de um segundo caso. Trata-se de “um homem, de 33 anos”, internado no Hospital de São João, no Porto, cuja análise ao novo coronavírus deu positiva. O resultado da contra-análise também foi positivo, soube-se cerca das 15 horas. Este doente registou os primeiros sintomas a 26 de fevereiro e “tem link epidemiológico a Valência, Espanha”. O seu estado de saúde também é estável.