A peça de teatro de revista à portuguesa “Oh Zé…bota mas é”, esteve em cena no auditório da Fundação a Lord, no passado dia 21 de junho. Depois de ter passado pelo teatro Sá da Bandeira, no Porto, a peça da autoria de Miguel Ribeiro juntou quase 250 pessoas em Lordelo.

Repleta de momentos humorísticos, de críticas sociais e sátira política, a peça, que faz um tributo á atriz portuguesa Marina Mota, proporcionou momentos de diversão aos presentes.

Albano Martinez, Miguel Ribeiro, Fátima Couto, Cláudia Pinto, Jéssica Santos, André Martins e João Reimão integram o elenco de “Oh Zé… Bota mas é”. Esta peça é um teatro de revista que garante momentos de diversão à assistência, que premeia com vários sketches humorísticos.

XV Encontro de Orfeões da Fundação A Lord

XV Encontro de Orfeões da Fundação A Lord

A sessão conta com um tributo a Marina Mota. Desde momentos de sátira pura, até cenas mais nostálgicas e dramáticas sobre a Guerra Colonial, “Oh Zé…Bota mas é” foi um espetáculo que mexeu com as emoções do público. Quase 250 pessoas encheram o auditório da Fundação A Lord para assistir a uma peça da tradicional revista à portuguesa, onde não faltou a crítica social, a sátira política e a alusão ao momento que o país atravessa.

Da autoria e encenação de Miguel Ribeiro “Oh Zé…Bota mas é”, comoveu o público presente no auditório no momento em que simbolicamente presta uma homenagem profunda aos militares portugueses que participaram na guerra colonial, aos que sofreram e ainda continuam a sofrer com este facto.

O espetáculo chegou ao auditório da Fundação A Lord depois de ter passado pelo teatro Sá da Bandeira, no Porto, onde recolheu boas reações junto do público. O elenco de talentosos e conhecidos atores, cantores e bailarinos, e o irrepreensível guarda-roupa, deram vida a textos repletos de humor, proporcionando momentos únicos de alegria e gargalhadas.

Como habitual este espetáculo contou com o apoio de vários mecenas, entre eles os supermercados Euro Força de Vencer, a Bifase, Ferreira e Oliveira e Carla Alves Atelier.

A LOrd 2

Uma organização da Cooperativa de Eletrificação e da Fundação A Lord, que tem vindo a apostar na dinamização de espetáculos musicais, teatrais, literários, de dança e multimédia, contando ainda com colóquios, workshops, palestras, conferencias, eventos de empresas e lançamentos de livros, entre outros. O objetivo é alargar o leque de ofertas culturais e de lazer à população da freguesia e do concelho de Paredes.

Neste sentido, foi também inaugurada no passado fim-de-semana, no auditório da Fundação A Lord, uma exposição de escultura, de Maria José Caramez, intitulada “Percursos”. Na mesma noite o auditório da Fundação A Lord foi ainda palco do XV encontro de orfeões, com a presença do Orfeão da própria fundação, de Famalicão e de Leonés, Espanha.