Iniciativa pretendeu alertar para importância do papel do pai e promover a parceria de cuidados. Marco Coelho de Lordelo, pai da Matilde que nasceu ontem foi o segundo classificado. A vitória foi para Amarante.


Publicado por António Orlando


Esta manhã, a equipa de enfermagem do Serviço de Ginecologia e Obstetrícia do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS) preparou uma iniciativa para assinalar o Dia do Pai com os pais presentes no internamento de obstetrícia.

Os pais foram assim desafiados a participar na “Gincana das Fraldas”, competindo entre si pelo lugar de “melhor mudador” de fraldas.

Participaram 13 pais que foram avaliados de acordo com a rapidez e qualidade com que executaram a muda da fralda aos seus bebés. Apesar do bom resultado a nível geral, foram distinguidos 3 vencedores nesta prova.

O primeiro lugar foi para um veterano nestas andanças, Flávio Pinheiro, que não ficou admirado com a distinção, pois o Simão é “o segundo filho, já lá vão 7 anos, mas é como andar de bicicleta”, certificou.

Flávio Pinheiro e Eliana Pereira, de Amarante, são os pais do Simão que nasceu na passada sexta-feira.

Marco Coelho arrecadou o segundo lugar desta eliminatória, mas afirmou que “vai treinar para garantir o primeiro lugar do próximo ano”.

Marco Coelho e Flávia Silva, de Lordelo, são os pais da Matilde que nasceu ontem.

Em terceiro lugar ficou Fernando Joaquim Pereira de Moura que, visivelmente satisfeito pelo prémio atribuído, não conseguiu esconder a admiração: “não estava a contar, foi uma surpresa”.

Quem também ficou satisfeita com o desempenho do pai, foi a mãe do Dinis, Cristiana Silva, que rapidamente decidiu: “vai ser o pai a mudar a fralda!”.

Fernando Joaquim Pereira de Moura e Cristiana Silva, de Mondim de Basto, são os pais do Diniz que nasceu no sábado.

Nas paredes foram ainda afixadas várias mensagens alusivas ao Dia do Pai.

Aos pais presentes no serviço foi também feita uma pequena oferta composta por uma caneta, um diploma, uma fotografia com o bebé e um kit de produtos para bebé.

A iniciativa teve como objetivo principal chamar atenção para a importância do papel do pai, aproximando a equipa de enfermagem do casal/família, e promovendo a parceria de cuidados durante um período extremamente sensível e exigente em necessidades e apoio.