O evento de turismo religioso Endoenças, cujo ponto alto acontece com a iluminação das margens do rio Tâmega, conta, este ano, com cerca de 50 mil velas, financiadas pelos municípios de Penafiel e Marco de Canaveses. Os milhares de pontos de luz iluminam o percurso da procissão do Senhor dos Passos, na noite desta quinta-feira, dia 29 de março.


António Orlando


A procissão noturna é também acompanhada por “Barcos de Fogo” no rio Tâmega e pela população de Boure na margem esquerda do rio Douro, pertencente ao concelho de Castelo de Paiva, que outrora fazia parte do Couto de Entre-os-Rios. O espetáculo visual é majestoso e atrai àquela zona milhares de pessoas.

As Endoenças contemplam às 20 horas desta quinta-feira a Missa da Ceia do Senhor, na Igreja Paroquial de Santa Clara do Torrão. Uma hora depois, arranca a procissão do Senhor dos Passos em direção à Capela de S. Sebastião, em Entre-os-Rios, onde terá lugar o “Sermão do Encontro” entre Jesus Cristo e Nossa Senhora das Dores.

Na sexta-feira, cerca das 15 horas, realiza-se a procissão do Enterro do Senhor, no sentido inverso da Capela de S. Sebastião, em Entre-os-Rios para a Igreja Paroquial do Torrão. Segue-se a celebração da Paixão do Senhor com celebração da Palavra, Adoração Santa da Cruz e Comunhão.

Segundo a liturgia católica, as Endoenças são uma alusão à sexta-feira Santa, dia de indulgência na Península Ibérica, na qual era dada a absolvição aos fiéis. Com o passar do tempo, este conceito mudou para o dia anterior, quinta-feira Santa