O palco da Casa da Cultura de Paredes acolhe, dias 25 e 27 de janeiro, sexta-feira e domingo, o II Encontro de Janeiras que vai reunir uma dúzia de grupos paredenses que mantêm viva a tradição de cantar “as Janeiras”.

Na sexta-feira os concertos iniciam no auditório da Casa da Cultura, às 21h00, com o grupo de cantares da Associação para o Desenvolvimento de Mouriz. Segue-se a animação pelo Rancho Folclórico da Casa de Povo de Recarei, o grupo representante da Fábrica da Igreja da Paróquia de S. Cristóvão de Louredo, o Rancho Marceneiros de Rebordosa, o Agrupamento de Escuteiros 1030 de Rebordosa e finaliza com a Associação do Orfeão de Paredes.

No domingo pelas 15h00, é a vez de subirem ao palco as vozes do Rancho Regional de Paredes e do Rancho Folclórico de Gandra. A animação dos cantares populares e tradicionais segue na tarde de domingo com o Clube de Jazz de Baltar, o Grupo Musical “Os Amigos da Crise” de Sobrosa, os Zés Pereiras de Santo Estevão de Vilela e a terminar atuam os Alunos da sala 4B2 do Centro Escolar nº 2 de Lordelo.

Na edição deste ano, há prémio de participação de 100 euros para os grupos que participam nestes dois dias dedicados à tradição das “Janeiras” no Concelho de Paredes.

As Janeiras são uma tradição secular que surgiu pelo Dia de Reis para celebrar a visita dos três Reis Magos ao Menino Jesus. No Concelho de Paredes, é tradição popular grupos cantarem as Janeiras pelas ruas acompanhados de violas, bombos e pandeiretas.