A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, identificou e deteve um homem pela presumível autoria do crime de abuso sexual de pessoa incapaz de resistência.

A investigação da Polícia Judiciária teve origem em denúncia por parte de uma instituição de acolhimento onde a vítima, um homem de 52 anos e com anomalia psíquica grave, se encontra institucionalizada, em Paredes.

O agressor teria proximidade e exerceria alguma ascendência sobre a vítima pelo que, aproveitando-se da sua grave incapacidade,  levou-a à prática de atos de natureza sexual.

O detido, de 53 anos, reformado, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.