O Serviço de Urgência Pediátrica do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS), foi hoje, dia 16 de julho, palco de uma ação de educação para a saúde sobre os cuidados a ter com a exposição solar.

Os tarolas pediátricos, grupo constituído pela equipa de enfermagem do Serviço, apresentou-se a rigor para falar sobre a importância do sol e os cuidados a ter durante a exposição solar.

“Beber muita água, evitar o sol entre as 12h e as 16h, ter sempre um chapéu, usar sempre protetor solar, no mínimo fator 30, que deve ser aplicado em casa e, depois, voltar a aplicar de 2 em 2 horas”, foram alguns dos conselhos transmitidos pela equipa de enfermagem.

O Serviço de Urgência Pediátrica, durante a época de férias de verão, recebe alguns casos de insolação, principalmente adolescentes que “querem ficar bronzeados muito depressa”, e, nos casos mais graves, acabam por dar origem a internamentos, explica Isabel Gomes, uma das enfermeiras do grupo.

A insolação é causada pela exposição ao sol e ao calor intenso por períodos prolongados de tempo. Pode ocorrer na praia, mas também num passeio ao ar livre ou durante a prática desportiva.

“É importante passar esta informação aos pais e crianças, não só porque as queimaduras solares são bastante dolorosas, mas também porque o cuidado com a exposição solar é um investimento para o futuro, em termos de prevenção de cancro de pele”, concluiu a enfermeira.

No final da apresentação, os tarolas pediátricos distribuíram amostras de protetor solar e responderam a questões sobre proteção para pele atópica e reações alérgicas ao sol.

O grupo tarolas pediátricos é um projeto que consiste numa recriação teatral, a ser realizada uma vez por mês no Serviço de Urgência Pediátrica, sobre um tema específico e com personagens adequadas a esses temas, que terá como principal objetivo transmitir informação útil, aos pais e crianças, de uma forma lúdica. A próxima apresentação será sobre alimentação saudável.