A capela mortuária da freguesia de Baltar foi atacada por uma praga de insetos, pulgas e percevejos.

O ataque levou ao encerramento do espaço durante o fim de semana de 26 e 27 de maio para desinfestação. Limpeza foi levada a cabo pela junta de freguesia.

Para fazer face a um falecimento que ocorreu nesse fim de semana a Capela da Quintã foi utilizada como capela mortuária.