Publicado por António Orlando

O colóquio intitulado: SÊ DONA DE TI  – Conversas em torno da violência contra as mulheres: da consciencialização à ação…”, assinalou esta manhã, em Gandra, o Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres.

A iniciativa foi levada a cabo pela Associação para o Desenvolvimento integral de Lordelo (ADIL), entidade promotora da Rede Local de Intervenção Social (RLIS) do Concelho de Paredes e decorreu no auditório da Cooperativa De Ensino Superior Politécnico Universitário (CESPU).

O colóquio contou com a participação de profissionais, que atuam no campo das violências de género, e cujo o intuito “foi conhecer melhor esta realidade e  refletir acerca das estratégias de intervenção contra todas as formas de descriminação e violência de género”, explica fonte da ADIL.

“A importância da divulgação” desta problemática junto da população e da importância do “trabalho em rede” na resolução mais célere das “situações de violência doméstica muito presentes no Concelho de Paredes” foi a tónica dominante do colóquio.

Tendo a RLIS como principais objetivos prevenir e intervir em situações de pobreza e exclusão social, contribuir para a autonomia e fortalecimento das competências pessoais, “sentiu-se a necessidade de reunir profissionais que atuam diariamente junto desta problemática, de forma a consciencializar e lutar contra a violência de género”, justifica Manuela Vieira, coordenadora – RLIS Paredes.

Participaram na iniciativa a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV), Associação para o Planeamento da Família (APF Norte), Associação Plano i,  Raquel Esteves e José Carlos Cruz( ambas da CESPU),  Beatriz Meireles, Vereadora da Câmara Municipal de Paredes e Rosário Loureiro, Diretora adjunta do Centro Distrital de Segurança Social do Porto.