Automobilismo. José Pedro Fontes / Inês Ponte conquistaram a vitória na sétima etapa do Campeonato de Portugal de Ralis.

Publicado por António Orlando

A dupla João Barros/António Costa em Skoda Fabia R5 terminou em terceiro lugar o Rali Terras d´Aboboreira, sétima etapa do Campeonato de Portugal de Ralis.

Depois de um início de rali aquém do esperado, o piloto de Rebordosa, Paredes, cumpriu o segundo dia de rali ao ataque saltando do sexto lugar, posição em que terminou ontem o primeiro dia de prova, para o terceiro da geral.

João Barros só não foi mais rápido que José Pedro Fontes / Inês Ponte a dupla do Citroen C3 R5 que conquistou a vitória no Terras d´Aboboreira e Bruno Magalhães/ Hugo Magalhães em Hyundai i 20 R5.

José Pedro Fontes/Inês Ponte venceram o Rali Terras D’Aboboreira com uma vantagem de 14,9 segundos sobre Bruno Magalhães/Hugo Magalhães, após terem sido percorridas as nove provas especiais de classificação do rali.

Os manos Magalhães que lideraram durante muito tempo o rali caíram para o segundo lugar da geral, cedendo à pressão de Pedro Fontes que tal como há um ano voltou a ganhar o rali organizado pelo Automóvel Clube de Amarante.

Apesar do segundo lugar final, Bruno Magalhães soma pontos valiosos nas contas do campeonato, passando para segundo na frente de Armindo Araújo, e ficando muito perto de Ricardo Teodósio que está assim mais pressionado quando faltam dois ralis até final da época.

Armindo Araújo, Pedro Meireles e Miguel Barbosa, pilotos “R5” não chegaram ao fim do rali o que atesta a exigência do traçado d´Aboboreira.

O Rali Terras D’Aboboreira foi todo disputado em pisos de asfalto em Amarante, Baião e Marco de Canaveses, concelhos que se unem pela serra da Aboboreira.

A cerimónia do pódio decorreu em Baião.

Classificação final do Rali Terras d´Aboboreira: