Tragédia. Bombeiros de Baltar e equipa da VMER do Vale do Sousa ainda fizeram manobras de reanimação, mas sem sucesso. Jovem era filho único.

Um operário da indústria das madeiras morreu no dia 17 de maio vítima de um acidente de trabalho em Gandra.

O acidente de trabalho aconteceu cerca das 7.30h, numa empresa de cortes de folhas de madeira, a Fibromade.

A vítima, Ricardo Carvalho, 24 anos, morreu esmagado por uma máquina de prensar madeira. O jovem operário ainda foi alvo de manobras de reanimação por parte dos bombeiros de Baltar e da equipa da VMER, mas o óbito acabaria por ser declarado no local.

“Quando chegamos ao local já estava em paragem cardiorrespiratória. Foram aplicadas manobras de reanimação, mas sem sucesso e a equipa da VMER do Vale do Sousa também aplicou manobras de suporte avançado de vida”, explicou fonte dos bombeiros.

Ricardo, filho único, vivia com a mãe na rua prof. Alberto Rangel em Santa Luzia, na cidade de Rebordosa. A tragédia abalou profundamente a população daquela cidade do concelho de Paredes.