Orçamento Municipal para 2024 supera os 91 milhões de euros

Na reunião do executivo municipal realizada na quinta-feira, 30 de novembro, os vereadores com e sem pelouro votaram o orçamento para 2024. 

Com valor total de 91.065.464 de euros, o orçamento municipal para 2024 foi aprovado por maioria PS com os votos contra do PSD. Este valor diz respeito a 56.802.499€ de despesas correntes e 34.262.965€ são Investimentos.

Alexandre Almeida, Presidente da Câmara Municipal de Paredes destaca que o Orçamento do Município para 2024 “prevê, uma vez mais, um valor muito grande de investimento em curso e de novos investimentos”.

Explicou que os investimentos realizados vem através do PRR e destacou que “não está prevista a realização de novos financiamentos, o que significa que os novos investimentos a realizar serão quase na sua íntegra objeto de financiamento comunitário, seja no âmbito do PRR, seja no âmbito do novo quadro comunitário de apoio Portugal 2030, que esperamos que esteja operacional no primeiro semestre de 2024”.

Tal como no ano passado, o presidente valoriza o orçamento destacando que todas as freguesias do concelho têm investimentos a realizar nelas. “O Orçamento para 2024 volta a ser um Orçamento de continuidade dos investimentos por todas as freguesias, através de delegação de competências, e com grandes preocupações sociais e manutenção da carga fiscal no mínimo”.

O destaque no próximo ano vão para as Habitações Sociais e Habitações a Rendas Acessíveis que estarão no terreno, as 4 novas Creches lançadas pelas IPSS com o apoio municipal estarão concluídas e todos os ERPIS, e os Centros de Dia e Apoio ao domicílio lançados também pelas IPSS com o apoio da autarquia estarão em construção.

O apoio à habitação por parte dos jovens chega através de um  novo apoio social será a isenção de IMT para jovens até aos 35 anos que comprem habitação própria até 200.000€, ou isenção de taxas de construção para quem opte pela construção.

A taxa mínima de IMI para 2024 é de 0,3%, tanto para os particulares como para as empresas. E volta a conceder reduções no IMI para famílias com filhos. 70€ para quem tiver 2 filhos e 140€ para quem tiver 3 ou mais filhos.

O apoio às empresas reflete-se na isenção de Derrama para as Micro e Pequenas empresas com faturação até 150.000,00 Euros. Já na educação, irão avançar os investimentos de Reabilitação das Escolas Básica e Secundária de Vilela, da Escola Básica e Secundária da Sobreira, Escola Secundária Daniel Faria em Baltar e de Paredes.

O documento segue agora para aprovação na Assembleia Municipal de Paredes que vai decorrer no próximo dia 16 de dezembro. Está garantida a sua aprovação, uma vez que mesmo com os votos contra de todas as bancadas da oposição, os votos da maioria PS garantem a mesma.