CICLISMO. A equipa profissional de ciclismo Rádio Popular – Paredes – Boavista foi apresentada no passado dia 11 de fevereiro, no Multiusos de Paredes, com mais de duas centenas de pessoas a aplaudir os ciclistas, de uma equipa que quer ser competitiva, tendo como novidade correr na Galiza, na Clássica Miguel Indurain e ir às Astúrias.

NMS

O técnico mais antigo do ciclismo português, José Santos, destacou a parceria com o município de Paredes, referindo que esta é “uma autarquia que gosta de desporto, mas acima de tudo tem uma paixão pelo ciclismo”. José Santos adiantou ainda que os objetivos para a época desportiva 2022, passam em grande parte por fazer uma excelente Volta a Portugal: “Queremos estar bem na Volta e ter melhores classificações ao longo de toda a época velocipédica”.

Numa estratégia de promoção mútua, o diretor técnico da RP- Paredes -Boavista partilhou que mantém o núcleo duro do grupo e “por isso os objetivos são estar na discussão das principais provas nacionais, com especial foco para a Volta a Portugal”.

Aposta no cliclismo vai ajudar projecção do concelho de Paredes

José Santos falou ainda sobre a estratégia que esteve por detrás da construção da equipa: “Fomos buscar o César Martingil, que é um bom sprinter, e queremos estar focados nas provas de tradições. O Hugo Nunes e o Pedro Miguel Lopes podem dar o salto e temos o Luís Fernandes e o Daniel Freitas como principais cartas para discutir todas as corridas”.

O líder da formação Paredes – Boavista mostrou-se igualmente satisfeito “por estar em Paredes, uma terra de ciclismo”.

Já Alexandre Almeida, presidente da Câmara Municipal de Paredes referiu que a entrada da autarquia como patrocinador serve para reunir as condições de uma excelente parceria: “Queremos promover, cada vez mais, a modalidade de ciclismo no concelho de Paredes. Esta parceria resulta da paixão pelo ciclismo e também da razão. Sou um apaixonado pelo ciclismo, mas não foi por isso que nós fizemos esta ligação, eu penso que os valores que estão subjacentes ao ciclismo, o sacrifício, a resiliência, o não desistir ao cair da bicicleta e colocar-se logo de pé e continuar a corrida, são estes valores que associo aos empresários de Paredes e aos trabalhadores de Paredes. Pretendemos, quando se falar de Paredes, associar ao ciclismo a uma equipa de prestígio e que nos prestigie como é o caso do Boavista, esta é a razão. A nossa aposta no ciclismo vai ajudar Paredes a projetar-se. Paredes é terra de ciclistas e de amantes do ciclismo”.

A cerimónia de apresentação oficial da Rádio Popular – Paredes – Boavista contou com a presença de Alexandre Almeida, presidente da Câmara Municipal de Paredes, acompanhado do vice-presidente Elias Barros e de Renato Almeida, vereador do Desporto da Autarquia, de José Santos, diretor desportivo da equipa, Tavares Rijo, presidente da Assembleia Geral do Boavista Ciclismo Clube, Ilídio Silva, administrador da Rádio Popular, de José Luís Ribeiro, vice-presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo e de José Luís Pacheco, presidente da Associação de Ciclismo do Porto.

Com um plantel de 10 ciclistas a lutar por um lugar no pódio das diversas competições em que está previsto participar, a equipa da Rádio Popular – Paredes – Boavista iniciou a época no passado dia domingo, dia 13 de fevereiro, na prova de abertura – Região de Aveiro – Taça de Portugal Jogos Santa Casa, que se disputou entre Cortegaça e Águeda.

A prova foi vencida pelo venezuelano Leangel Liñarez (Tavfer – Mortágua – Ovos Matinados), tendo o ciclista da RP – Paredes – Boavista, César Martingil ficado em terceiro lugar.