Detidos três indivíduos suspeitos de serem os responsáveis pelo roubo com arma de fogo. Supeitos, um deles é argentino, têm cadastro criminal.

Publicado por António Orlando

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, identificou e deteve três homens pela presumível autoria de crime de roubo ocorrido em Lousada.

Os autores terão praticado o roubo numa ourivesaria daquele município, no passado dia 21, no decurso do qual apontaram uma arma à funcionaria do estabelecimento, manietaram-na e fecharam-na numa divisória daquele espaço.

Apoderaram-se de 15 mil euros em numerário e diversos objetos de ourivesaria e relojoaria no valor aproximado de 25 mil euros.

As diligências levadas a cabo pela PJ “levaram à identificação dos autores dos factos, quando se preparavam para fugir de Portugal, assim como à apreensão de vários objetos que fortemente os indiciam nessa prática, nomeadamente a arma e a viatura presumivelmente utilizadas, bem como alguns dos objetos em ouro roubados”.

Um dos detidos é de nacionalidade portuguesa, tem 39 anos de idade e antecedentes criminais por roubos, tráfico de estupefacientes e falsificação de moeda, sendo os outros dois elementos, com 35 anos, de nacionalidade argentina, tendo um deles estado preso em Espanha por roubos com violência.

Os detidos vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial.