Foi prolongada até 15 de novembro a proibição da realização de queimadas no arquipélago da Madeira. A decisão está relacionada com o prolongamento do programa operacional de combate aos incêndios florestais.