“Acha que ainda tem condições para exercer o seu cargo de Presidente de Junta?” A pergunta foi formulada por Rui Silva, líder da bancada do Partido Socialista, a Nuno Serra, no período Antes da Ordem do Dia da reunião da Assembleia Municipal (AM) de Paredes realizada, no dia 28, no Salão Nobre da Câmara.

Nuno Serra foi assim encostado às cordas por, até ao momento segundo o PS, não ter explicado onde pára o dinheiro que a Câmara de Paredes transferiu para aquela Junta cujo destino final seria para liquidar a indemnização de 60 mil euros à família do ex-coveiro que faleceu vítima de um acidente de trabalho ao serviço da autarquia lordelense(…)

Leia a notícia completa na edição em papel de 4 de maio ou na edição eletrónica subscrevendo a assinatura digital no nosso site.